Jesús Ramírez: "Os golos… são como os amores, quantos mais fizer, mais feliz me sentirei”



Jesús Ramírez chega ao Vitória “com muitas ilusões”. “Estou muito feliz”, confidenciou o venezuelano, que garantiu: “Nem pensei duas vezes mal surgiu a possibilidade de representar este clube. Estou mesmo muito contente com esta oportunidade”.

“Se fiquei surpreendido com o convite do Vitória? Sinceramente, não. Trabalhei muito na perspetiva de alcançar uma boa oportunidade como esta e, felizmente, consegui fazer uma boa época pelo Nacional. Valeu a pena e, por isso, fiquei muito feliz. Deu resultado o meu esforço”, afirmou o avançado, citado pelo Vitória.

Jesús Ramírez tinha como meta “voltar a jogar no principal campeonato português. Trabalhei muito para isso”, algo que conseguirá com a camisola do Vitória, que defrontou quando era jogador do Nacional. “Cheguei a defrontar o Vitória em Guimarães pelo Marítimo e fiquei impressionado com o ambiente criado pelos adeptos no estádio. São muito apaixonados. Volto aqui com toda a humildade do mundo, mas quero entrar na história do clube”.

Na avaliação à sua nova equipa, o venezuelano adiantou que é “muito competitiva”. “Fizeram um belo campeonato e terminaram justamente em quinto lugar, apurando-se para uma competição europeia. Assisti a alguns jogos do Vitória e gostei muito. Assisti por exemplo ao clássico com o Braga… conheço bastante o clube e terei como companheiro um jogador da mesma nacionalidade (Mikel Villanueva) e natural da minha cidade. Já nos defrontámos e, mais recentemente, temos trocado mensagens”.

A estreia nas competições da UEFA, já no final do mês de Julho, “é um desafio que me agrada muito. Estrear-me na Europa sempre foi um dos meus objetivos e vou preparar-me bem para isso. Só penso em treinar bem e conhecer os meus novos colegas de equipa. Não basta a estreia, quero fazer as coisas bem”.

Depois de uma época “muito boa” no Nacional, em que “amadureci como jogador, ganhei experiência e, por isso”, ‘Chuchu’ está “preparado para esta nova oportunidade. Já os golos… são como os amores. Quantos mais fizer, mais feliz me sentirei”.

Jesús Ramírez define-se como “um jogador potente, veloz e bom de cabeça. A minha referência sempre foi o Cristiano Ronaldo, desde criança. É um goleador nato. Acho que aprendi algumas coisas com ele só por vê-lo jogar. É um jogador impressionante: faz golos de cabeça, de pé direito, de pé esquerdo… Os golos que apontei pelo Nacional também foram muito variados”.

A finalizar, adiantou que tem “em mente alguns objetivos. Gosto de trabalhar dessa forma, tendo pela frente desafios muito concretos. Foi assim no Nacional e será assim no Vitória. Tive outras possibilidades, mas os objetivos desportivos do Vitória agradaram-me mais. Com ajuda do corpo técnico e da equipa, espero ser feliz. Nesta caminhada será igualmente muito importante o apoio dos adeptos, especialmente nos jogos em casa”.


Marcações: Vitória Sport Clube, Jesús Ramírez

Imprimir Email