BIGGER: Auchan reforça a sua proposta de valor para colaboradores com base no «Respect»

A Auchan lançou, recentemente, a Auchan Respect, a nova marca empregadora que vem reforçar a proposta de valor para os actuais e futuros colaboradores, e que se traduz em quatro pilares fundamentais: apriorização do bem-estar físico e mental; a aposta no crescimento, através de diversos percursos formativos e programas de desenvolvimento; o espírito de proximidade e abertura, notório no trato informal do dia-a-dia e na relação entre todos, e no modelo de gestão com base na autonomia e responsabilidade.

Este novo posicionamento do retalhista surge com a necessidade de garantir uma maior percepção e uniformização do EVP (Employee Value Proposition), tanto interna como externamente, e, assim, aumentar a actratividade junto de potenciais candidatos, para que seja possível ir ao encontro de perfis que se revejam na cultura da empresa, assim como fidelizar os actuais colaboradores, aumentando o seu orgulho pelo sentimento de pertença.

‘Esta abordagem vem reforçar a nossa diferenciação e preocupação com todos os que já fazem parte da equipa e com aqueles que ainda estão para entrar. O «Respect» é o pilar orientador de todas as nossas políticas de pessoas, mas é, acima de tudo, um compromisso que assumimos por todos”, explica Clara Costa, Directora de Pessoas e Sustentabilidade, da Auchan Retail Portugal.

A escolha do nome «Auchan Respect» não foi ao acaso e veio na sequência de um profundo trabalho de diagnóstico e mapeamento de toda a jornada do colaborador – um projecto com a duração de vários meses, onde num dos questionários implementados a mais de 500 colaboradores, o respeito surge como a dimensão mais reconhecida. A partir desse momento, o «Respect» passa a ser o chapéu de toda a proposta de valor, assumindo, desde logo, uma abordagem leve e descontraída, também características do retalhista.

Tendo como princípio a distinção de Top Employer que recebeu no início de 2024, a Auchan pretende continuar a priorizar as questões ligadas à saúde física e mental, suportar os colaboradores com o MyVoice – uma plataforma de escuta colaborador – e ainda desenvolver as lideranças e o futuro do trabalho, tendo em mente a influência da inteligência artificial.

 

Imprimir Email